O memorando de venda é um documento que deve fornecer informação para suscitar o interesse num comprador ao ponto de este solicitar uma reunião com o mediador no sentido de avaliar e discutir a possibilidade de fazer uma oferta.

Os pontos para elaborar um memorando de venda da empresa são:

1. Indicadores-chave

Esta parte é um sumário do negócio e deve cingir-se a uma única página: atividade da empresa, colaboradores, volume de negócios, resultados, mercados. Todavia, não deve conter informação direta que permita uma identificação da empresa.

2. Visão geral do negócio/empresa

Dará ao comprador uma breve perspetiva do negócio, dos seus êxitos, as razões pelas quais este se traduz num bom investimento e o que está incluído na venda.

3.Produtos e serviços

Muito à semelhança do material de marketing ou até do website da organização, aqui detalham-se os serviços que a sua empresa fornece e os seus benefícios para o cliente final. Demonstra-se por que razão o negócio é viável.

4. Pessoal e gestão da estrutura

Os compradores vão querer ter informações sobre o pessoal: tipo de emprego (permanente ou contrato, a tempo inteiro ou parcial), qualificações, experiência e tempo de serviço. Esta seção conterá, portanto, um resumo dessas informações e explicará também o papel do próprio empresário na estrutura.

5. Localização e instalações

As informações necessárias são:

Áreas e descrição sucinta das instalações 

Acessibilidades 

Renda do imóvel: anual ou outra

Valor de mercado do imóvel 

Duração do leasing / posse: X anos, com Y anos ainda a haver

Data da próxima actualização de renda e tipo de contrato

6. Desempenho económico e financeiro

Esta é a seção mais importante, ou, pelo menos, aquela em que o comprador está mais interessado. Não é habitual dar acesso às contas aos compradores antes de uma reunião com o vendedor. No entanto, nesta parte demonstram-se os números da empresa, dos últimos três a quatro anos, i.e.:

Volume de negócios

Ebitda

Lucro bruto

Lucro líquido ajustado

Os resultados da empresa  não reflectem exactamente os ganhos que um comprador pode extrair do negócio. É aconselhável demonstrar e calcular um valor para o lucro líquido ajustado para mostrar ao comprador os potenciais ganhos com o negócio. O valor ajustado baseia-se nas receitas e nos custos que serão alterados pela saída e pelas modificações directas da estrutura societária.

O lucro líquido é, assim, ajustado para mostrar ao comprador potenciais ganhos, levando em conta o que um comprador estratégico poderia razoavelmente beneficiar. Isso pode incluir custos com instalações, seguros, máquinas, custos de TI, pessoal, contabilidade e aspectos legais.

Por outro lado, é recomendado fornecer as seguintes estimativas para comprovar a força contínua do negócio:

- Receitas previstas para os anos seguintes

- Divisão de receita por cliente e produto ou serviço, nos últimos três anos.

7. Desenvolvimentos futuros e oportunidades

Quando vende, está também a vender os ganhos futuros do negócio. Portanto, nesta etapa explicam-se as várias formas possíveis de crescer e de expandir o negócio. Pode ser útil considerar o que faria se continuasse à frente da empresa.

8. Razões para a venda

Os compradores vão querer ter a certeza de que não está a vender o negócio por qualquer motivo oculto (como responsabilidades, reivindicações de grandes indemnizações ou por outros problemas) que só você conhece, ou que não vai iniciar um negócio semelhante e ficar depois com os clientes.

A reforma e a emigração são razões, geralmente, consideradas compreensíveis e aceitáveis ​​para a venda de uma empresa. Mas se pretende seguir outros projetos não relacionados com o negócio, e se a venda é motivada por isso, é aconselhável explicar no que consistem. Um desejo de mudança, embora compreensível, levantará suspeitas se não o contextualizar.

9. Base para venda

Para um negócio maior, com um volume de negócios de mais de 500.000 euros, geralmente é aconselhável pedir ofertas. Já para uma empresa menor, indique o preço e os termos de venda. Por exemplo:

X para ativos e goodwill, mais ações

X + valor patrimonial líquido para venda através de transferência de acções.

 

Alcance o sucesso da venda do negócio

Apresente o seu negócio como um investimento.

Torne claro como pode o comprador obter o retorno do investimento.